Egito Antigo e sua magia.

A sociedade egípcia antiga possuía uma vida muito cotidiana diversificada e  marcada por várias atividades. Segue algumas curiosidades bem interessantes:

Alimentação: A alimentação dos mais pobres (camponeses, escravos) era composta basicamente por pão e água, raramente comiam carne e frutas. Já os mais ricos (faraós, sacerdotes, chefes militares, ricos comerciantes) possuíam uma alimentação bem variada. Além de pão, consumiam muita carne animal, queijos, frutas e legumes. O cardápio era composto também por vinho e uma espécie de cerveja.

Maat_clip_art_hight

Habitação: As casas dos mais pobres eram simples e pequenas, geralmente com um cômodo apenas e quase não possuíam móveis. Os camponeses dormiam em esteiras ou palhas jogadas no chão. Os utensílios domésticos eram pequenos copos, potes e vasos de cerâmica. As casas dos mais ricos eram grandes e espaçosas, compostas por vários cômodos. Feitas de tijolos de barro, possuíam em seu interior vários utensílios e móveis. Eram decoradas por dentro e recebiam pintura interna e externa.

Diversão: A natação, lutas e jogos de tabuleiros eram as formas de lazer mais comuns no Egito Antigo. Os mais ricos divertiam-se também com competições no rio Nilo, usando embarcações. As crianças gostavam de brincar com bonecos feitos de madeira e bolas. Brincadeiras coletivas, baseadas em danças e jogos de equipe também eram comuns entre os pequenos egípcios.

Roupas: Como o clima no Egito Antigo é quente e seco, as roupas eram leves e finas. Homens camponeses e artesãos vestiam apenas pedaços de tecido amarrados na cintura. As mulheres vestiam vestidos simples ou túnicas. Os mais ricos, principalmente nobres, usavam roupas com muitos enfeites. As mulheres abusavam das jóias e vestidos com bordados com contas.

DSCN2491

Pulseira escrava Egípcia da Lamotte Bijoux.

Transportes: Os egípcios usavam muito o rio Nilo como via de transporte de mercadorias e pessoas. As embarcações grandes eram feitas de madeira, enquanto as pequenas eram de fibras de papiro. Cavalos, camelos e bois também eram usados como meios de transportes.

Educação: No Egito Antigo existiam as “Casas de Vida”. Eram escolas avançadas, que serviam também como biblioteca, oficina, arquivo e local para copiar manuscritos. Somente os sacerdotes e escribas tinham acesso a estas instituições de ensino.

Anúncios

Anel de Noivado que pertenceu a Josefina de Beauharnais

As joias também contam a sua História, é o caso do anel de noivado dado pelo Napoleão Bonaparte a Josefina de Beauharnais em 1796. De 18 milímetros de diâmetro, este anel em ouro com um diamante e uma safira esculpida em forma de pera, com a inscrição “você e eu”, foi avaliado em 8 mil e 12 mil euros.

Anel foto AFP

Detalhe do anel de Napoleão que foi leiloado (Foto: AFP)

Sendo um anel relativamente simples, pois na época do noivado, Napoleão não tinha muito dinheiro, por ser um jovem oficial francês. Eles se casaram no civil no dia 9 de março 1796, e a  lua de mel durou apenas 36 horas, pois Napoleão teve de partir para liderar a invasão da Itália.

Josephine

Josefina de Beauharnais: Foto Divulgação

Josefina ficou com o anel de noivado após o rompimento do relacionamento. Mais tarde, ela deu o anel para a sua filha Hortênsia de Beauharnais, a Rainha da Holanda. Depois fez parte da coleção do príncipe Victor Napoleão (1862-1926).

No dia 24 de Março de 2013, o anel foi leiloado por por 896.400 euros, quase R$ 2,4 milhões de reais, durante um grande leilão organizado pela casa Osenat Leilões.

Dicas de como usar colares longos

Acessórios como colares, brincos e pulseiras, acrescentam ao seu guarda roupa, inúmeras opções de uso para o seu dia-a-dia.  Colares, por exemplo, bem combinados com blusas, camisas e vestidos, podem transformar qualquer look num visual único.

A febre atual do maxi colar, fez com que os longos colares ficassem de fora dos holofotes, porém, seu uso não deve ser esquecido.

Algumas dicas para usar um colar longo:

1- Modelos finos são perfeitos para mulheres magrinhas e baixinhas.

2- Se você possui seios grandes, procure colares que terminem antes do busto. Para seios pequenos, prefira os modelos mais compridos.

3- Quanto mais longo o colar, mais a silhueta ficará alongada.

4- Você pode usar sem medo e ao mesmo tempo, diferentes colares, de diferentes tamanhos, inclusive com variedade de metal (prata e dourado) e pedras. Parece arriscado, mas a mistura de tonalidades entre claro e escuro, podem ajudar na escolha.

5- Observe também o tipo do decote. Se for em “V”, prefira modelos longos e siga o desenho do decote. Para os redondos, prefira usar um colar de várias voltas, mas atenção, porque esse tipo de decote aumenta o busto. Para o decote canoa ou tomara que caia, a sugestão é o uso de uma gargantilha mais justa.

O significado oculto de usar um colar, brinco e pulseira

ID-100116121

Divulgação

Desde a antiguidade, as pessoas usam joias e bijuterias, sendo associados à proteção religiosa, símbolos de status, de acordo com a cultura de cada povo. Quando presenteamos uma pessoa com uma joia, significa um vínculo permanente. A palavra bijou (joia) e joyau (joia, gema), deriva do vocábulo francês arcaico joie (alegria). Cada vez que compramos uma joia ou bijoux, além de proporcionar beleza, existe um desejo oculto de inaugurar um novo acontecimento, encerrar uma fase ruim e começar um novo ciclo de vida. A palavra presentear em Francês (étrennes) significa “presente de ano novo”.  Quando escolhemos o nosso presente, estamos envolvidos a uma emoção ligada aos nossos sentimentos. Vejamos a seguir o significado de seu uso.

Brincos / alargadores

O simbolismo do brinco está relacionado ao elo que é fechado, com a simbologia de autodefesa. Em algumas regiões da África, é possível identificar as mulheres comuns das sacerdotisas através dos diferentes tipos de brincos que usam. Ao presentear brincos a alguém está dizendo: ‘lembre-se que é meu melhor amigo’. No sentido amoroso: ‘você é só meu/minha’.

Colar

Na antiguidade, usar um colar, significava ‘expressar uma função ou uma dignidade’. O colar é o símbolo da segurança e do elo protetor espiritual. Faraós, sacerdotes hebreus ou os mestres maçons se identificam através de colares. A mensagem esotérica contida quando presenteamos um colar a alguém significa: ‘respeito seu conhecimento’. No sentido amoroso, significa: ‘sou submisso ao seu amor’.

Pulseira

Representa o símbolo da força e proteção. O braço é considerado como o prolongamento do espírito e a pulseira tem sua função simbólica de proteger. Quando presenteamos alguém com uma pulseira significa: “você é de minha confiança”.

Tornozeleira

Para os chineses, o tornozelo e a parte íntima do corpo . De acordo com a delicadeza do tornozelo, é possível revelar as habilidades na relação sexual. Para os gregos e romanos, era o ponto de fixação das asas, no qual o Deus Mercúrio que simboliza a comunicação. Ao presentear alguém com esse tipo de joia, está dizendo: ‘sigo você por onde for’.


Gostou deste publicação? Acesse a nossa loja :